Curiosidades de Tóquio

Curiosidades de Tóquio

Qualquer pessoa, por menos observadora que seja, vai se dar conta de muitas curiosidades, extravagâncias e fortes contrastes ao visitar o Japão.

Além do escasso uso dos cartões de crédito e do surpreendente desconhecimento de outros idiomas, vejamos algumas curiosidades dos japoneses:

O silêncio japonês

Os japoneses são extremamente silenciosos e uma das coisas que mais chamam sua atenção (e que eles menos gostam) quando viajam para outros países é como as pessoas falam alto e fazem barulho.

O gosto pelo silêncio os leva ao extremo de que, em lugares como o metrô ou nos trens, é proibido usar o celular para fazer ligações, o que faz com que os japoneses olhem fixamente para suas telas para jogar ou escrever mensagens.

Proibido fumar?

Sem dúvida, um dos grandes contrastes que se nota em Tóquio (e em todo Japão) são as leis em relação ao tabaco. Enquanto em algumas ruas e parques é proibido fumar, há lugares, como os restaurantes, onde a medida não se aplica. Ainda mais surpreendente é encontrar certos vagões para fumantes nos Shinkansen de Tóquio a Quioto.

Extremamente organizados

Os japoneses adoram fazer filas e especialmente respeitá-las. Não é nada incomum que andando pela rua ou no metrô você pare e a pessoa que está atrás espere que você avance. Custa muito para eles esquivar obstáculos.

Bares com gatos e aluguel de cachorros

Embora eles adorem os animais, o horário de trabalho extenso e as casas extremamente pequenas fazem com que muitos japoneses optem por não ter animais de estimação. Como tudo tem solução, para suprir a carência muitos recorrem aos bares com gatos ou ao aluguel de cachorros.

Se você quer fazer uma dessas atividades tipicamente japonesas, você deve levar em conta que terá que pagar um valor considerável. Alugar um cachorro em Odaiba custa cerca de 2.500 ienes por hora. Se você quer completar o programa, você pode levar seu cachorro a algum dos restaurantes com menu canino.

A beleza e a ocidentalização

As japonesas são muito bonitas e algumas parecem bonecas, por isso, nenhuma viagem a Tóquio pode terminar sem visitar a seção de beleza feminina de algum shopping, onde a seção de acessórios postiços costuma ser interminável.

Um dos produtos que faz sucesso por lá é uma invenção puramente japonesa que serve para deixar os olhos maiores, com um ar ocidental.

Os banheiros

Enquanto os banheiros tradicionais japoneses são simples buracos no chão, os mais modernos deveriam vir com um manual de instruções. Tampas que levantam sozinhas, diversos jatos para se limpar, secagem automática, ambientador e música são bastante comuns. Os banheiros mais modernos incorporam leitores de cartão e inclusive telas para poder escutar sua própria música ou ver fotografias.

Os moradores de rua japoneses

Algo que persiste desde a crise do Japão dos anos 1990 é o alto número de sem-teto que deambula pelas ruas e parques. À noite montam “sua casa” e durante o dia recolhem tudo e tapam com uma lona para evitar a chuva.

Ao contrário de outros países, os sem-teto japoneses vivem na rua, mas não pedem dinheiro e são totalmente pacíficos. Muitos têm itens de limpeza, bicicleta, celular e inclusive outros gadgets tecnológicos.

As maquinas expedidoras

Nos trens, no metrô, na rua ou nos parques, qualquer lugar é bom para encontrar duas, cinco ou dez máquinas expedidoras de bebidas, tabaco ou outros itens. Sem dúvida, o Japão é o país das máquinas expedidoras.

Outra coisa curiosa é que o preço dos produtos sempre é o mesmo, independentemente da localização.