Ginza

Habitualmente Ginza é comparada com a Quinta Avenida de Nova York, a zona mais elitista e cara da cidade.

Embora nos últimos anos tenha perdido pontos em relação a Shinjuku e Shibuya, Ginza foi durante o século XX a referência de Tóquio mais moderna a atual.

Suas amplas avenidas repletas de letreiros luminosos e suas lojas de alto padrão definem uma Tóquio muito cosmopolita. Ginza compete com Omotesando na hora de conquistar os bolsos mais endinheirados.

O que ver em Ginza

Há vários pontos turísticos na zona de Ginza que você não deveria deixar de lado. Para encontrar cada ponto, o melhor é pegar um mapa da zona na própria estação:

Edifício da Sony

Embora seu exterior seja dos menos chamativos da zona, o “Sony Building” de Ginza foi durante décadas uma bandeira da tecnologia japonesa. No seu interior você vai encontrar um showroom onde pode ver os últimos lançamentos da marca.

Apple Store

Embora o design exterior da loja da Apple seja surpreendente, no interior você não vai encontrar nada que não conheça da marca americana. As pessoas com espírito informático vão encontrar uma razão de peso para visitar a loja: conexão gratuita à internet.

Teatro Kabuki-Za

Aberto em 1889 com uma bela arquitetura, o Teatro Kabuki-Za representa diariamente funções de 3 a 5 horas de duração. Se você quer desfrutar de uma dessas apresentações, você pode contar com áudioguia em inglês.

Ginza Wako

Com seu enorme relógio e um estilo ocidental, o edifício Wako não pode passar desapercebido. Foi construído em 1932 e está situado entre o cruzamento de Chuo e Harumi Dori, as duas avenidas principais de Ginza.

Transporte

Metrô: Ginza, linhas Marunouchi (M), Hibiya (H) e Ginza (G).

Lugares próximos

Mercado de Tsukiji (984 m)
Roppongi (3.1 km)
Akihabara (3.3 km)
Museu Edo-Tokyo (3.9 km)
Parque Ueno (4.9 km)